Miscelânia

Mais uma medicação disponível para tratar obesidade: saiba qual!

Escrito por Humberto Graner

Esta publicação também está disponível em: Português

Aprovada pela ANVISA em dezembro de 2021, a combinação de bupropiona e naltrexona para tratamento da obesidade finalmente chega ao mercado brasileiro.

O tratamento da obesidade por meio de medicamentos apresenta vários desafios:

Enquanto alguns medicamentos podem ajudar a promover a perda de peso, seus efeitos tendem a ser modestos, e muitas vezes podem apresentar efeitos colaterais desconfortáveis ou até perigosos. Além disso, o corpo pode resistir à perda de peso por meio de vários mecanismos de feedback, como aumentar o apetite e diminuir o metabolismo, dificultando atingir e manter o resultado.

Poucas medicações seguiam aprovadas pela ANVISA (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) para tratar obesidade até o final de 2021. Esses incluíam o orlistat, sibutramina, e liraglutida. A combintação de bupropiona e naltrexona, comercializado sob o nome de Contrave®, vem somar-se a este arsenal.

A eficácia do Contrave® foi determinada pelos resultados de 4 ensaios clínicos de fase 3:

1. COR-I: Este foi um estudo duplo-cego, randomizado e controlado por placebo que incluiu pessoas com obesidade ou sobrepeso com pelo menos uma comorbidade relacionada. Os participantes que tomaram Contrave® tiveram uma perda de peso significativamente maior em comparação com o grupo do placebo. Ao final do estudo de 56 semanas, o grupo intervenção teve uma perda de peso média de 6,1% em comparação com 1,3% no grupo placebo.

2. COR-II: Este estudo foi semelhante ao COR-I em design e população e também mostrou uma perda de peso significativamente maior no grupo que utilizou bupropiona e naltrexone. Ao todo, 1.496 participantes foram randomizados para utilizarem essa combinação ou placebo. O grupo Contrave® teve uma perda de peso média de 6,4% em comparação com 1,2% no grupo placebo após 56 semanas.

3. COR-BMOD: Este estudo incluiu 793 participantes e oferecia uma intervenção estruturada de modificação do comportamento (BMOD) adicionalmente ao Contrave® ou placebo. Após 56 semanas, o grupo que utilizou a combinação teve uma perda de peso média de 9,3% em comparação com 5,1% no grupo placebo.

4. COR-Diabetes: Este também foi um ensaio clínico randomizado que incluiu 505 pacientes com diabetes tipo 2 e obesidade. Após 56 semanas, o grupo Contrave teve uma perda de peso média de 5,0% em comparação com 1,8% no grupo placebo. Embora significativo em relação ao placebo, a magnitude da perda de peso foi menor do que nos outros estudos.

Em termos de efeitos metabólicos, o COR-Diabetes revelou ainda uma redução significativa na hemoglobina glicada (HbA1c) de -0,6%, em comparação com uma redução de -0,1% no grupo placebo. Em relação aos parâmetros lipídicos, os estudos acima mostraram resultados mistos. Alguns apresentaram pequenas reduções nos níveis de colesterol e triglicérides, enquanto outros não mostraram diferenças significativas. No geral, os efeitos da combinação bupropiona e naltrexone sobre o perfil lipídico parecem ser modestos. Além disso, é importante lembrar que a perda de peso em si pode resultar em melhorias nos parâmetros metabólicos. Portanto, é difícil separar os efeitos diretos do Contrave® nos parâmetros metabólicos de seus efeitos indiretos através da perda de peso.

No conjunto, esses estudos revelam que a combinação de bupropiona e naltrexona pode ser eficaz para a perda de peso. Ademais, é fundamental lembrar que o uso de medicamentos para tratar a obesidade deve ser considerado parte de um plano de tratamento mais amplo, que também deve incluir mudanças no estilo de vida, como dieta e exercício, e pode incluir aconselhamento ou outras terapias de apoio. O tratamento mais eficaz para a obesidade muitas vezes requer uma abordagem multifacetada e personalizada.

 

Quer saber mais detalhes da medicação, confere também este post do Endocrinopapers!

 

Referências:

Greenway FL, Fujioka K, Plodkowski RA, et al; COR-I Study Group. Effect of naltrexone plus bupropion on weight loss in overweight and obese adults (COR-I): a multicentre, randomised, double-blind, placebo-controlled, phase 3 trial. Lancet. 2010;376(9741):595-605

Apovian CM, Aronne L, Rubino D, et al.; COR-II Study Group. A randomized, phase 3 trial of naltrexone SR/bupropion SR on weight and obesity-related risk factors (COR-II). Obesity. 2013;21(5):935-43.

Wadden TA, Foreyt JP, Foster GD, et al.. Weight loss with naltrexone SR/bupropion SR combination therapy as an adjunct to behavior modification: the COR-BMOD trial. Obesity. 2011;19(1):110-20.

Hollander P, Gupta AK, Plodkowski R, et al. Effects of naltrexone sustained- release/bupropion sustained-release combination therapy on body weight and glycemic parameters in overweight and obese patients with type 2 diabetes. Diabetes Care. 2013;36(12):4022–4029.

Banner Atheneu

Banner Atheneu

Banner Atheneu

Banner ECG

Deixe um comentário

Sobre o autor

Humberto Graner

Co-Editor do site Cardiopapers
Especialista em Cardiologia e Medicina Intensiva
Professor das Faculdades de Medicina da UFG e UniEvangélica (Goiás)
Doutor em Ciências pelo InCor-HCFMUSP
Fellowship em Coronariopatias Agudas pelo InCor-HCFMUSP
Coordenador do Pronto Atendimento do Hospital Israelita Albert Einstein - Unidade Goiânia (GO)
Pesquisador da ARO (Academic Research Organization) - Hospital Israelita Albert Einstein, São Paulo (SP)

Seja parceiro do Cardiopapers. Conheça os pacotes de anúncios e divulgações em nosso MídiaKit.

Anunciar no site